terça-feira, 7 de dezembro de 2010


Florianópolis, 6.12.2010 - A comissão julgadora do Prêmio Sistema FIESC de Jornalismo reuniu-se na tarde desta segunda-feira (6) e definiu os vencedores da edição 2010. Na categoria mídia impressa o trabalho vencedor foi a série "O fio da história", produzida pelo repórter Alexandre Lenzi, do Jornal Diário Catarinense, de Florianópolis. Na categoria mídia eletrônica, o trabalho vencedor foi a reportagem "Inovações da Indústria Catarinense", produzida pelo repórter Francis Silvy e equipe, da RBS TV, de Florianópolis. Na categoria Destaque Acadêmico, o trabalho premiado foi "Indústria Metalúrgica Joaçabense, alicerce para o progresso", realizada pelos estudantes Luiz Pazini e Marcos Oliveira, do curso de jornalismo da Unoesc, de Joaçaba.

Na categoria Mídia Imprensa a comissão julgadora atribuiu menções honrosas para a reportagem "BR-280: a duplicação faz falta", produzida por Vandré Kramer e Júlia Pitthan, do Jornal A Notícia, de Joinville, e para a reportagem "Você geração S/A", produzida por Cléia Schmitz, da Revista Empreendedor, de Florianópolis. Na categoria Mídia Eletrônica a comissão atribuiu menção honrosa para a reportagem "ICMS Microcervejarias", produzida por Maria Helena Sáris e equipe, da TV Assembléia Legislativa, de Florianópolis, e para a reportagem "Ouro Branco contribui para o desenvolvimento da região Oeste", da repórter Marciane Paz, da Rádio Super Condá, de Chapecó. Já na categoria Destaque Acadêmico a menção honrosa foi concedida a reportagem "Nas celas e nas vitrines", dos estudantes Rafael Mônaco e Amábile Montibeller, da Univali, de Itajaí.

Os vencedores nas categorias Mídia Impressa e Mídia Eletrônica receberão prêmio de R$ 7,5 mil cada. O vencedor na Destaque Acadêmico receberá um notebook no valor aproximado de R$ 3 mil. A entrega será realizada no dia 17 de dezembro, durante a reunião de diretoria da FIESC.



A Comissão Julgadora das categorias Mídia Eletrônica e Mídia Impressa foi composta pelo conselheiro do Conselho Regional de Economia (Corecon/SC), Flávio Lopes Perfeito, pelo professor do curso de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Rogério Christofoletti, pelo jornalista Cesar Valente, pelo vice-presidente da Associação Catarinense de Imprensa (ACI), Roger Bittencourt, e pelo professor da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), Laudelino José Sarda.

A comissão julgadora da categoria Destaque Acadêmico foi composta pelo conselheiro do Conselho Regional de Economia (Corecon/SC), Flávio Lopes Perfeito, pelo jornalista, Cesar Valente, e pelo vice-presidente da Associação Catarinense de Imprensa (ACI), Roger Bittencourt.

O Prêmio Sistema FIESC de Jornalismo foi criado em 1985 para reconhecer o trabalho dos profissionais de comunicação social na pesquisa, divulgação de dados e reportagens enfocando a indústria catarinense e a contribuição do setor produtivo ao desenvolvimento do estado e do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário